O dom de falar em línguas

A Bíblia ensina que falar em línguas é um dom dado por Deus principalmente para edificação pessoal. Nem todo o crente fala em línguas, mas, é um dom bom que devemos desejar. O falar em línguas deve ser controlado para não causar desordem no culto. Falar em línguas estranhas é um dom que Deus dá para falar em uma língua que você não aprendeu. O Espírito Santo guia totalmente sua oração. Essa língua pode ser:

Conhecida – outras pessoas no mundo falam essa língua e poderão entender o que a pessoa está dizendo. Isso aconteceu no dia de Pentecostes, como sinal para os judeus de outros países que estavam visitando Jerusalém (Atos dos Apóstolos 2:4 – Todos ficaram cheios do Espírito Santo e começaram a falar noutras línguas, conforme o Espírito os capacitava). Nesses casos, Deus normalmente usa a pessoa que está orando no espírito para entregar uma mensagem a alguém por perto que sabe essa língua.

Desconhecida – uma língua que ninguém conhece. Não são sons sem sentido, são palavras que ninguém entende exceto Deus (1 Coríntios 14:2 – Pois quem fala em uma língua não fala aos homens, mas a Deus. De fato, ninguém o entende; em espírito fala mistérios). Serve principalmente para a edificação pessoal de quem ora, salvo quando Deus dá a interpretação a alguém. É um ato de entrega total a Deus, pela fé.

Quem fala em uma língua estranha normalmente não entende o que fala se não tiver ninguém para interpretar. Por isso, Paulo diz que é bom pedir a Deus o dom de interpretação, para que sua mente seja edificada, não só o espírito. Orar no espírito é bom, mas orar também com entendimento é melhor.

A Bíblia diz que ainda podemos falar em línguas nos dias de hoje, e em 1 Coríntios 13:8-10 <> 8 O amor nunca perece; mas as profecias desaparecerão, as línguas cessarão, o conhecimento passará. 9 Pois em parte conhecemos e em parte profetizamos; 10 quando, porém, vier o que é perfeito, o que é imperfeito desaparecerá <> explica que os dons de profecia e línguas só cessarão no fim dos tempos, quando Deus tornar tudo perfeito. Não há nenhum lugar na Bíblia que diz que esse dom era só para a época dos apóstolos.

Em 1 Coríntios 12, 13 e 14, Paulo recomenda a igreja a buscar o dom de falar línguas estranhas/desconhecidas (Língua dos Anjos), junto com outros dons. Mas a igreja em Corinto estava usando esse dom de maneira errada, como um show para mostrar que eram muito espirituais. Então Paulo os corrigiu, explicando que é uma coisa mais pessoal, entre você e Deus. O Espírito guia você em sua oração de forma misteriosa. Querer falar em línguas não deve ser motivo para desprezar outros dons.

A língua dos anjos é mencionada apenas uma vez na Bíblia, em 1 Coríntios 13:1 – Ainda que eu fale as línguas dos homens e dos anjos, se não tiver amor, serei como o sino que ressoa ou como o prato que retine. Essa passagem explica que o amor é mais importante que falar muitas línguas conhecidas e desconhecidas. A língua dos anjos representa as línguas desconhecidas.

Não sabemos se os anjos têm uma língua própria. A Bíblia apenas mostra casos de anjos transmitindo mensagens em línguas que os seres humanos entendiam. Não há nenhuma referência sobre quantas línguas os anjos falam, nem se têm uma ou mais línguas próprias. O foco da Bíblia é o relacionamento entre os homens e Deus, não os anjos.

Na Bíblia os anjos falam para transmitir uma mensagem de Deus para certas pessoas, usando línguas conhecidas, ou para louvar a Deus (Salmos 148:2 – Louvem-no todos os seus anjos, louvem-no todos os seus exércitos celestiais). Não sabemos se os anjos têm uma língua especial para louvar a Deus.

Paulo estava explicando que o mais importante não é conhecer muitas línguas. O mais importante é ter amor. As pessoas na igreja de Corinto valorizavam muito a inteligência e as manifestações de espiritualidade. Essas coisas não são erradas, mas só têm valor quando amamos uns aos outros (1 Coríntios 13:2-3 <> 2 Ainda que eu tenha o dom de profecia, saiba todos os mistérios e todo o conhecimento e tenha uma fé capaz de mover montanhas, se não tiver amor, nada serei. 3 Ainda que eu dê aos pobres tudo o que possuo e entregue o meu corpo para ser queimado, se não tiver amor, nada disso me valerá). Os cristãos de Corinto não estavam mostrando amor.

Nessa passagem, falar as “línguas dos homens” simboliza a inteligência, a cultura. Falar a “língua dos anjos” simboliza a espiritualidade, a ligação com o sobrenatural. Não há nenhuma referência na Bíblia ao dom de falar em línguas estar ligado à língua dos anjos. Por isso, não sabemos se falar em línguas estranhas é falar a língua dos anjos.

Algumas pessoas com esse dom falam em línguas que outras pessoas entendem. Essas pessoas obviamente não estão falando a língua dos anjos. Outras pessoas falam em línguas que ninguém conhece. A Bíblia não diz que línguas são essas. Apenas diz que são mistérios, que só Deus entende (1 Coríntios 14:2 – Pois quem fala em uma língua não fala aos homens, mas a Deus. De fato, ninguém o entende; em espírito fala mistérios). Não diz que os anjos também entendem.

Falar em línguas não tem tanta utilidade no culto como profetizar e nenhum dom presta sem amor. Se você fala em línguas, mas não tem ninguém para interpretar durante a reunião, então ore em silêncio ou bem baixinho, para não atrapalhar (1 Coríntios 14:28Se não houver intérprete, fique calado na igreja, falando consigo mesmo e com Deus). Se na igreja onde você está não é aceitável falar em línguas, respeite isso durante o culto, para não causar escândalo. Você pode orar em línguas em privado quando quiser.

Orar em línguas é um dom dado pelo Espírito Santo a quem Ele quer. Peça a Deus por esse dom e se for Sua vontade você receberá (1 Coríntios 12:11 – Todas essas coisas, porém, são realizadas pelo mesmo e único Espírito, e ele as distribui individualmente, a cada um, como quer). Se você sentir que é de Deus, peça aos líderes para impor suas mãos e orar por você. Mas não tem problema se você não receber, falar em línguas não é obrigatório para a salvação nem é sinal de ser “mais crente”. Uma pessoa pode ser batizada no Espírito Santo sem receber o dom de falar em línguas.

Oremos!

Senhor, obrigado por mais um estudo e entendimento da Tua Palavra Viva, Perfeita e Agradável. Clamamos para que continues a nos abençoar dando-nos discernimento sobre todas as coisas, capacitando-nos, cada dia mais, a proclamarmos os Teus ensinamentos para toda criatura (Marcos 16:15 – E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura). Encha-nos cada dia mais do Espírito Santo. Que o nome de JESUS seja glorificado através da nossa vida e não do nosso nome, nossa fama, nosso ministério, reconhecendo que não podemos receber coisa alguma se do céu não nos for dada. Toda honra, glória, poder, domínio e majestade pertencem a Ti, Senhor Jesus. Somos apenas instrumentos nas Tuas mãos. Por isso, oramos e te agradecemos em nome de Jesus. Louvado e engrandecido seja o nome Santo e Poderoso do nosso Senhor Jesus Cristo, único Salvador!

Aleluia e Amém!

Amado(a) irmão(ã), obrigado pela sua comunhão!

Eu sou o Marcos Rodrigues, Vaso Ungido pelo Espírito Santo, Filho Amado de Deus e Evangelizador dos Ensinamentos de Jesus Cristo.

Compartilhe este Devocional com seus contatos, amigos e familiares. Vamos juntos alcançar mais almas para Jesus!

Faça seu Pedido de Oração. Preencha o formulário com seu nome e de seus entes queridos. Eu quero orar por você e sua família.

Aproveite e conheça nossa categoria de produtos Gospel Blessing com cursos, e-books, treinamentos, orientações bíblicas e muito mais … para sua edificação espiritual.

Graça e Paz de Jesus Cristo.

Deus te Abençoe!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Content is protected !!