Arrependimento e Confissão do Pecado

Neemias 9:1-3, 13, 16-21, 33, 36 – “E, no dia vinte e quatro deste mês, ajuntaram-se os filhos de Israel com jejum e com sacos, e traziam terra sobre si. E a descendência de Israel se apartou de todos os estrangeiros, e puseram-se em pé, e fizeram confissão pelos seus pecados e pelas iniquidades de seus pais. E, levantando-se no seu lugar, leram no livro da lei do Senhor seu Deus uma quarta parte do dia; e na outra quarta parte fizeram confissão, e adoraram ao Senhor seu Deus. E sobre o monte Sinai desceste, e dos céus falaste com eles, e deste-lhes juízos retos e leis verdadeiras, estatutos e mandamentos bons. Porém eles e nossos pais se houveram soberbamente, e endureceram a sua cerviz, e não deram ouvidos aos teus mandamentos. E recusaram ouvir-te, e não se lembraram das tuas maravilhas, que lhes fizeste, e endureceram a sua cerviz e, na sua rebelião, levantaram um capitão, a fim de voltarem para a sua servidão; porém tu, ó Deus perdoador, clemente e misericordioso, tardio em irar-te, e grande em beneficência, tu não os desamparaste. Ainda mesmo quando eles fizeram para si um bezerro de fundição, e disseram: Este é o teu Deus, que te tirou do Egito; e cometeram grandes blasfêmias; Todavia tu, pela multidão das tuas misericórdias, não os deixaste no deserto. A coluna de nuvem nunca se apartou deles de dia, para os guiar pelo caminho, nem a coluna de fogo de noite, para lhes iluminar; e isto pelo caminho por onde haviam de ir. E deste o teu bom espírito, para os ensinar; e o teu maná não retiraste da sua boca; e água lhes deste na sua sede. De tal modo os sustentaste quarenta anos no deserto; nada lhes faltou; as suas roupas não se envelheceram, e os seus pés não se incharam. Porém tu és justo em tudo quanto tem vindo sobre nós; porque tu tens agido fielmente, e nós temos agido impiamente. Eis que hoje somos servos; e até na terra que deste a nossos pais, para comerem o seu fruto e o seu bem, eis que somos servos nela.”

Neemias 13:14 – “Por isto, Deus meu, lembra-te de mim e não risques as beneficências que eu fiz à casa de meu Deus e às suas observâncias.”

Deus seja louvado! Para Honra e Glória do Teu Santo Nome! Obrigado Pai! Te amo!

Oremos!

Senhor, obrigado por mais um estudo e entendimento da Tua Palavra Viva, Perfeita e Agradável. Clamamos para que continues a nos abençoar dando-nos discernimento sobre todas as coisas, capacitando-nos, cada dia mais, a proclamarmos os Teus ensinamentos para toda criatura (Marcos 16:15). Encha-nos cada dia mais do Espírito Santo. Que o nome de JESUS seja glorificado através da nossa vida e não do nosso nome, nossa fama, nosso ministério, reconhecendo que não podemos receber coisa alguma se do céu não nos for dada. Toda honra, glória, poder, domínio e majestade pertencem a Ti, Senhor Jesus. Somos apenas instrumentos nas Tuas mãos. Por isso, oramos e te agradecemos em nome de Jesus. Louvado e engrandecido seja o nome Santo e Poderoso do nosso Senhor Jesus Cristo, único Salvador!

Aleluia e Amém!

error: Content is protected !!