Egoísmo

Alguém já te disse: “O mundo não gira à sua volta”? Se a resposta é sim, provavelmente você estava tendo um comportamento egoísta. O egoísmo faz com que pensemos apenas em nós próprios e não nos preocupemos com aqueles que estão à nossa volta. O oposto de egoísmo é altruísmo e Jesus é o maior exemplo altruísta que podemos ter. Ele não pensou n’Ele próprio, mas pensou em cada um de nós, tendo ido até à cruz, onde morreu pelos nossos pecados, reconciliando com Deus todos os que acreditam no Seu sacrifício.

O Verbo Vivo nos confronta a amar os outros como a nós mesmos (Mateus 22:39 – E o segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo) e a considerar os outros superiores a nós (Filipenses 2:3-4 – Nada façais por contenda ou por vanglória, mas por humildade; cada um considere os outros superiores a si mesmo. Não atente cada um para o que é propriamente seu, mas cada qual também para o que é dos outros). Mas para isso acontecer, temos que amar a Deus em primeiro lugar e deixar que o Seu amor perfeito transforme as nossas vidas, eliminando todos os vestígios de egoísmo.

Amar ao próximo é o segundo maior mandamento da Palavra de Deus, depois de amar a Deus sobre todas as coisas. Todas as outras regras dependem desses dois mandamentos. O amor ao próximo se revela nas palavras e nas ações.

Atenção! Amar a si mesmo não é errado. Amor-próprio é bom e natural. Fomos criados à imagem de Deus e, por isso, temos algo de bom para amar. Mas amor-próprio é diferente de egoísmo nem deve ser maior que o amor a Deus.

Por isso Jesus disse que o crente/cristão deve amar ao próximo como a si mesmo (Marcos 12:30-31 – Amarás, pois, ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu entendimento, e de todas as tuas forças; este é o primeiro mandamento. E o segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Não há outro mandamento maior do que estes). Isso significa que todo o bem que quer para si próprio, deve querer também para seu próximo. Amar ao próximo é o resultado natural do amor de Deus. Quem entende o amor de Deus descobre que: Todos nós temos valor – todos nós fomos criados à imagem e semelhança de Deus – Gênesis 1:27 – E criou Deus o homem à sua imagem; à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou.

Ninguém é perfeito – todos nós pecamos e precisamos de salvação – Romanos 3:23-24 – Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus; Sendo justificados gratuitamente pela sua graça, pela redenção que há em Cristo Jesus.

Todo pecado é ruim – Deus detesta até o “menor” dos pecados; todos merecemos castigo – Romanos 6:23 – Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus nosso Senhor.

Jesus morreu por todos nós – Ele levou o castigo de todos que creem, independentemente do tamanho dos seus pecados – João 3:16-17 – Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que condenasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele.

Esse conhecimento ajuda o crente/cristão a ver que não é superior nem inferior a ninguém. Ninguém na terra é mais nem menos digno de amor. Se Deus, que é perfeito, ama seu próximo, como pode o crente/cristão não amar? Quem ama a Deus, ama seu próximo (1 João 4:19-21 – Nós o amamos a ele porque ele nos amou primeiro. Se alguém diz: Eu amo a Deus, e odeia a seu irmão, é mentiroso. Pois quem não ama a seu irmão, ao qual viu, como pode amar a Deus, a quem não viu? E dele temos este mandamento: que quem ama a Deus, ame também a seu irmão).

Irmão(ã), amemos uns aos outros! O amor ao próximo se expressa nas atitudes. É bom dizer “eu te amo”, mas, isso não basta (1 João 3:16-18 -Conhecemos o amor nisto: que ele deu a sua vida por nós, e nós devemos dar a vida pelos irmãos. Quem, pois, tiver bens do mundo, e, vendo o seu irmão necessitado, lhe cerrar as suas entranhas, como estará nele o amor de Deus? Meus filhinhos, não amemos de palavra, nem de língua, mas por obra e em verdade). Existem muitas formas de mostrar amor ao próximo: Não falando mal, tendo paciência, perdoando, ajudando na dificuldade, entre tantas outras atitudes altruístas.

Oremos!

Deus sonde nossos corações, pois Tu nos conheces e queres estar bem perto de nós. Pai querido, prostramo-nos diante de Ti, e pedimos-lhe perdão pelos nossos pecados e transgressões; opera milagrosamente em nossa alma e arranca de nós todo egoísmo que nos afasta de Ti Papai; tenha misericórdia de nós e receba-nos em Teus braços. Senhor, obrigado por mais um estudo e entendimento da Tua Palavra Viva, Perfeita e Agradável. Clamamos para que continues a nos abençoar dando-nos discernimento sobre todas as coisas, capacitando-nos, cada dia mais, a proclamarmos os Teus ensinamentos para toda criatura (Marcos 16:15). Encha-nos cada dia mais do Espírito Santo. Que o nome de JESUS seja glorificado através da nossa vida e não do nosso nome, nossa fama, nosso ministério, reconhecendo que não podemos receber coisa alguma se do céu não nos for dada. Toda honra, glória, poder, domínio e majestade pertencem a Ti, Senhor Jesus. Somos apenas instrumentos nas Tuas mãos. Por isso, oramos e te agradecemos em nome de Jesus. Louvado e engrandecido seja o nome Santo e Poderoso do nosso Senhor Jesus Cristo, único Salvador!

Aleluia e Amém!

Amado(a) irmão(ã), obrigado pela sua comunhão!

Eu sou o Marcos Rodrigues, Vaso Ungido pelo Espírito Santo, Filho Amado de Deus e Evangelizador dos Ensinamentos de Jesus Cristo.

Compartilhe este Devocional com seus contatos, amigos e familiares. Vamos juntos alcançar mais almas para Jesus!

Faça seu Pedido de Oração. Preencha o formulário com seu nome e de seus entes queridos. Eu quero orar por você e sua família.

Graça e Paz de Jesus Cristo.

Deus te Abençoe!

error: Content is protected !!