O arrependimento de Manassés

2 Crônicas 33:12–13 – “Em sua angústia, ele buscou o favor do Senhor, o seu Deus, e humilhou-se muito diante do Deus dos seus antepassados. Quando ele orou, o Senhor o ouviu e atendeu o seu pedido e o trouxe de volta a Jerusalém e a seu reino. E assim Manassés reconheceu que o Senhor é Deus.”

Amém!!

Sabe irmãos, essa história é maravilhosa, pois ela retrata o que muitos de nós fizemos, estamos fazendo ou faremos um dia. E a minha oração é para que não façamos.

Manassés pecou contra Deus! Quando criança viu seu pai somente adorar o Deus de Israel, porém, quando se tornou rei, a bíblia diz que ele seguiu os costumes nojentos dos povos que Deus havia expulsado de Suas terras, à medida que Israel avançava. Manassés chegou a queimar seus filhos como sacrifícios além de praticar outras abominações. Enfim, ele desagradava a Deus de todas as formas. Não irei abordar todos os detalhes do reinado de Manassés ou sua desobediência aos mandamentos de Deus, pois, apenas esse dois versículos falam muito, por deveras, com todos nós nos dias atuais.

Traçando um paralelo para os nossos dias, das nossas últimas 2 ou 3 gerações, podemos facilmente reconhecer que crescemos ouvindo a Palavra de Deus através de nossos Pais ou Avós. Não é mesmo?! Amém?! Passamos a vida vendo o exemplo deles de Fé e Retidão (Ah…, que saudades da minha bisavó Nêta. Te amo minha amada bisa e segunda mamãe!)

E, então, de uma hora pra outra abandonamos esses ensinamentos e nos entregamos aos prazeres do mundo e às práticas que desagradam a Deus. Deixamos de dar ao nosso Pai o seu verdadeiro valor e lugar em nossas vidas. Assim como Deus fez com Manassés, chamando-o ao arrependimento, Ele também nos chama diariamente. Você sente esse chamado lá no fundo do seu coração? Consegue perceber esse carinho do nosso Pai?! Mas, será mesmo que estamos percebendo o agir de Deus, permitindo o seu chamado?! Ou será que perceberemos e permitiremos esse chamado apenas e tão somente quando estivermos sofrendo? Talvez, será tarde demais!

Sabe irmãos e irmãs em Cristo Jesus, a história de Manassés nos ensina que o Amor e a Misericórdia de Deus estão disponíveis àqueles que se arrependem de coração cheio de humildade. Se você se sente prisioneiro ou prisioneira, escravo ou escrava como Manassés estava, eu quero lhe convidar a se arrepender, orar a Deus com o coração contrito e quebrantado (o qual o Senhor Deus não rejeita) e experimentar o melhor de Deus em sua vida.

Lembre-se: O ARREPENDIMENTO VERDADEIRO É TRANSFORMADOR

Pense nisso, Amém!

Vamos orar:

Senhor Deus, Pai amado, de amor, bondade, misericórdia e graça, Deus Todo Poderoso, Santo, Bendito e Glorioso, queremos te adorar na beleza da Tua formosura e Santidade. Declaramos que não há outro além de Ti, que só o Senhor é Deus. Pai, rogamos para que a Tua misericórdia e amor nos alcance, nos arrependendo e apresentando diante de Ti com o coração humilde, contrito e quebrantado. Deus que nós possamos sentir e entender o seu chamado ao arrependimento, que possamos nos desviar de nossos maus caminhos convertendo-nos para Tua direção e vontade. Pai, embora saibamos qual seja a direção que queres para nossas vidas, ainda assim, muitas vezes insistimos em caminhar para o outro lado. Sara-nos Papai amado, ajuda-nos! Deus, queremos agora, em nome de Jesus Cristo, DECLARAR verdadeiramente um tempo de arrependimento em nossos corações e que esta palavra possa gerar, produzir arrependimento genuíno, transbordar em nossos corações a humildade, a fim de que nos apresentemos diante de Ti, oh Pai, com o coração contrito e quebrantado. Pai, esse é o desejo de nossos corações e que a Tua Graça e o teu Favor sejam sobre cada um de nós, cada um que ora nesse tempo conosco. Em nome de Jesus, oramos. Senhor, obrigado por mais um estudo e entendimento da Tua Palavra Viva, Perfeita e Agradável. Clamamos para que continues a nos abençoar dando-nos discernimento sobre todas as coisas, capacitando-nos, cada dia mais, a proclamarmos os Teus ensinamentos para toda criatura (Marcos 16:15). Encha-nos cada dia mais do Espírito Santo. Que o nome de JESUS seja glorificado através da nossa vida e não do nosso nome, nossa fama, nosso ministério, reconhecendo que não podemos receber coisa alguma se do céu não nos for dada. Toda honra, glória, poder, domínio e majestade pertencem a Ti, Senhor Jesus. Somos apenas instrumentos nas Tuas mãos. Por isso, oramos e te agradecemos em nome de Jesus. Louvado e engrandecido seja o nome Santo e Poderoso do nosso Senhor Jesus Cristo, único Salvador!

Aleluia e Amém!

error: Content is protected !!