Você pode perdoar com a ajuda de Deus

Ao morrer na cruz, Jesus pagou o preço por todos os pecados. Ele ajudará você a se libertar do rancor e do desejo de vingança, abrindo caminho para o perdão. Perdoar não é um sentimento, que não dá para controlar. Perdoar é uma decisão que você faz, que depois tem efeitos em seus sentimentos. Siga estes passos para perdoar:

Enfrente o problema – Há coisas pequenas que podemos ignorar, porque não são um problema. Mas há coisas erradas que não podemos ignorar. Fazer de conta que não há um problema não vai ajudar, só vai piorar as coisas a longo prazo. Você precisa aceitar que há um problema e decidir resolvê-lo com a ajuda de Deus.

Reconheça seus sentimentos – É natural sentir zangado, frustrado, triste, machucado, quando alguém peca contra você. Fingir que você não sentiu nada, que está tudo bem, é engano. Conte para Deus o que você sentiu e sente sobre a situação. Deus entende. Com o tempo, a dor deve diminuir. Se não diminuir, peça para Deus te ajudar a não ficar preso nesses sentimentos (Mateus 11:28 – Venham a mim, todos os que estão cansados e sobrecarregados, e eu darei descanso a vocês). É importante aprender a lidar com os sentimentos de uma forma saudável.

Declare o perdão – Decida perdoar a pessoa que machucou você. Tente compreender que Jesus já pagou o preço pelos pecados dessa pessoa, tal como pelos seus (Colossenses 3:13 – Suportem-se uns aos outros e perdoem as queixas que tiverem uns contra os outros. Perdoem como o Senhor lhes perdoou). Perdoar não é dizer que não tem problema o que essa pessoa fez. Perdoar é viver sem deixar que as consequências do pecado te destruam. Diga para Deus que você perdoa essa pessoa. Diga os pecados que você perdoa dessa pessoa. Decida largar o ressentimento. Entregue tudo a Deus, deixe Ele lidar com a outra pessoa. Se a pessoa vier pedir perdão, diga-lhe que você a perdoa.

Renuncie o pecado – Quando alguém peca contra nós, é fácil retrucar pecando também. Se você pecou, peça perdão a Deus por sua atitude e peça Sua ajuda para não voltar a fazer o mesmo no futuro. Procure formas de expressar seus sentimentos de maneira santa. Os sentimentos não são o problema, é o que fazemos com eles que pode ser mau (Efésios 4:26 – Quando vocês ficarem irados, não pequem. Apaziguem a sua ira antes que o sol se ponha). Muitas vezes, quando alguém nos machuca deixa marcas (depressão, ideias erradas sobre si, medo…). Peça a Deus para sarar suas feridas. Se você deixar, Sua verdade restaurará você. Não deixe o pecado vencer.

Jesus disse que devemos perdoar muitas vezes (Mateus 18:21-22 :+: (21) Então Pedro aproximou-se de Jesus e perguntou: Senhor, quantas vezes deverei perdoar a meu irmão quando ele pecar contra mim? Até sete vezes? (22) Jesus respondeu: Eu digo a você: Não até sete, mas até setenta vezes sete). Não devemos guardar conta do número de vezes que perdoamos. Lembre-se, Deus perdoou você por todos seus pecados. Você também deve perdoar os pecados dos outros, mesmo se não pedirem perdão.

Só porque você perdoa não significa que essa pessoa merece sua confiança. Isso vai ter de ser conquistado de volta aos poucos. Também não significa sempre voltar a ter um relacionamento com a pessoa. Há casos em que é melhor ficar afastado de outra pessoa, mesmo tendo perdoado, para seu próprio bem e segurança.

error: Content is protected !!